Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

10 coisas que amamos no Verão #6

Horários de verão.

 

Sairmos do trabalho ainda de dia, é uma coisa espectacular porque chegamos a casa de dia ou em alternativa, podemos ainda ir aproveitar 2 horas de praia depois do trabalho. Por outro lado, a Happy Hour ainda se faz de dia, o que sabe sempre bem...

Mas ao mesmo tempo, nalguns países do norte, as noites são curtíssimas e anoitece por volta das 22h. Depois, às 5h acordas já com um sol alto que invade o teu quarto de hotel e te impede de dormir. Já a antecipar o que vai acontecer na Suécia, daqui a uma semana mais ou menos!

 cap4_img2.jpg

 

Quem nunca... #39

Se sentiu defraudado ao ir na sua vidinha, a conduzir estrada fora, e a ouvir música na sua rádio favorita?

 

Passo a explicar. Não gosto de telenovelas, não vejo. E à conta disso, e para além do noticiário e de alguns programas da RTP2, não vejo os canais nacionais. E perguntam vocês mas o que tem isso a ver com a rádio?

TUDO!!! 

 

Porque é com um sentimento de infelicidade que me deparo com esta nova moda que as rádios ajudam a perpetuar, ao passarem excertos radiofónicos de resumos de uma da telenovela da noite.

Mas isto interessa a quem? É porque quem gosta, vê necessariamente, não acham? E quem não gosta, não sucumbe aos encantos de um excerto, certo?

 

Por isso, um apelo: Por favor, parem com isso!!!

 

Compramos a granel?

Vi este mini-programa este domingo de manhã, quando sei que a maior parte das pessoas está a dormir, mas eu tenho este problema, durmo as minhas 7 horas e mesmo quando me deito mais tarde, como foi o caso, acordo sempre à mesma hora...

 

Mas vamos lá a um post de serviço quase público.

Gosto de ir ao jumbo e sempre que lá vou passo na secção dos avulsos. O continente da minha terra não tem avulsos. Minto, tem, mas só para gomas. E o pingo doce tem uma mini-secção de 6 ou 8 caixas, que basicamente são frutos secos. Mas no jumbo há de tudo!

 

Querem saber as vantagens de comprar avulso?

1. Não precisamos de comprar a quantidade standarizada, que muitas vezes até acaba por depois passar da validade

2. Podemos experimentar coisas novas porque compramos só umas gramas, em vez de todo o pacote

3. Podemos levar pequenas quantidades de diversos produtos para um mix à nossa maneira

4. É muito mais barato!!

 

Segundo o jumbo, é um hábito que as pessoas estão a reconquistar, a compra a granel, pelas razões acima indicadas. Há de tudo: leguminosas, gomas, sementes, especiarias, alimento para animais, frutos secos, cereais. Em Campo de Ourique também existe a Casa a Granel. Querem exemplos de preços para que vos convença?

 

- Colorau : avulso fica a 8,90€ enquanto que o pacote fica a 9,90€ por quilo

- Alho seco laminado : avulso fica a 15,90€ enquanto que o pacote fica a 31,60€ por quilo

- Orégãos em folhinhas : avulso fica a 19,90€ enquanto que o pacote fica a 81,25€ por quilo (neste caso, um pacotinho de orégãos embalados tem 8 gramas e custa 0,65€ e se levar as mesmas 8g a granel, custa 0,16€!!

- Amêndoa sem pele (que uso bastante cá em casa) :  avulso fica a 16,90€ enquanto que o pacote fica a 19,65€ por quilo. No caju natural também encontro muita diferença...

- Chia : avulso fica a 9,50€ enquanto que o pacote fica a 20€ sensivelmente  por quilo

- Canela em pó : avulso fica a 8,90€ enquanto que o pacote fica a 28,60€ por quilo. E se for em frasco fica a 45,90€.

 

Portanto meus caros amigos, da próxima vez que forem às compras, façam uma visita a estas secções e comecem a poupar dinheiro!! 

Meatless #23

LASAGNA DESCONSTRUÍDA DE COURGETTE

 

 Ingredientes: 1 courgette, molho de tomate, 1/2 embalagem ricotta light, 1 ovo, um pouco de queijo pecorino, 1 dente alho, manjericão, e queijo ralado para polvilhar. Temperos.

 

 Como chegar lá: Começar por fazer o molho tomate. Refogar cebola e alho, juntar o tomate, deixar apurar com orégãos, manjericão, sal, pimenta. Passar com a varinha mágica.

Fatiar a courgette com um laminador. Uma courgette dá para 12 fatias finas, se quiser mais grossas ou e maior número, é só ajustar a receita. A receita original é fatias de courgette finas, mas não tanto. Eu pessoalmente prefiro fazê-las assim finas até porque o sabor fica mais disfarçado e o filhote come melhor. Grelho ligeiramente só para dar um jeitinho e tempero, para ser mais fácil enrolar. Se bem que assim fininhas como eu faço, quase nem seja necessário.

 

À parte, bater 1 ovo, juntar a ricotta, o pecorino, as filhas de manjericão picadas, 1 alho picadinho, sal e pimenta. Mexer bem.

Colocar um pouco de tomate no fundo da travessa. à parte, enrolar as fatias de courgette e espalhar um pouco do recheio por cima de cada uma. Enrolar.

IMG_20170730_111559 (2).jpg

Depois de terminar todas as courgettes, salpicar com um pouco mais de tomate e terminar com queijo ralado à vossa escolha.

IMG_20170730_112449.jpg

Levar ao forno tapado com uma folha de alumínio (porque o tomate tem tendência a salpicar muito e não queremos passar o resto do fim de semana a limpar o forno, certo?), a 200º e deixar cerca de 15 a 20 minutos. Vigiar porque os fornos são todos diferentes! Eu desliguei o forno e fui estender uma roupita e queimou um pouco os cantos... Mas já vi que não passou para a courgette, menos mal...

IMG_20170730_120251.jpg

 Acompanhar com salada fresca e com apetite!

 

Alexandra, esta é uma alternativa que costumo fazer, sem carne, para dar resposta à lasanha da Mula 

 

 

Pais que não sabem nomes e datas

Quando estava a ler este post do Vôo da Garça, ocorreu-me que assisto a essas dúvidas por parte dos pais, tantas vezes... De cada vez que celebro um contrato com um novo funcionário e tenho de pedir dados.

 

Nem imaginam a quantidade de homens a quem pergunto o nome completo e data de nascimento dos filhos (para efeitos de contabilidade e irs) e começam a patinar...

Alguns hesitam nas datas de nascimento e têm de andar a fazer contas ou chamadas para a esposa, outros nem o nome completo dos filhos sabem (a sério, já me aconteceu!)

 

E não sei se é porque nós mulheres damos mais importância a essas coisas da família, ou se  os homens são mesmo desligados...

 

Risotto

Agora que estou a pensar o que fazer para o almoço e para o habitual post de domingo Meatless, lembrei-me que o melhor risotto alla Milanese (risotto com açafrão) foi o que comi o ano passado, em Monza!

Risotto alla milanese.jpg

 

Ir a um casamento faz rombos no orçamento

Ontem a ler um pequeno artigo sobre casamentos e sobre o  que é considerada uma prenda média, achei um exagero e acabei por comentar com outras pessoas.

O artigo dizia que a prenda média a oferecer num casamento estava fixado em 174€. Por pessoa. Mais, se os noivos forem chegados.

What??? A sério?

 

A última vez que fui a um casamento foi há uns 5 anos. Simplesmente não tenho amigos nem familiares que se casem. 90% dos meus amigos são pessoas que começaram a viver juntos sem passar pela cerimónia do casamento. Porque não querem, não acreditam ou simplesmente preferem gastar o dinheiro em viagens, na casa, etc...

 

Já tinha ouvido dizer que algures no tempo, os casamentos passaram a ser um desfile de grandiosidades mas parece-me um exagero... Estamos quase como as festas de aniversário dos miúdos que hoje já não são umas sandes espalhadas pelas mesas, batatas fritas e um bolo!

 

Mas feitas as contas, ir a um casamento se formos um casal, são logo 350€ à cabeça. Juntamos roupa, sapatos, cabeleireiro (para ela), fato, sapatos (para ele) e gastamos o quê? Um subsídio de férias??

 

Sou só eu que acho isto tudo muito desajustado? Devo estar mesmo a ficar uma velha... 

Termos de pesquisa

 

12.png

Ontem por curiosidade, fui ver os meus termos de pesquisa. E se a segunda pesquisa tem alguma lógica porque o meu blog tem algumas referências a França e a última, é óbvia, já a primeira...  

 

Sexo pufavo! Pensei, pensei e não me ocorreu nada a não ser: filha, estás a ficar ultrapassada e há por aí coisas novas que ainda não experimentaste! 

E vai daí fui eu à pesquisa de sexo pufavo. Não encontrei nada, nadica, niente, rien!!

 

E repeti as duas palavras em voz alta até que se fez luz! 

 

É um desesperado a pedir por sexo! SEXO POR FAVOR!!!!

Sexo Pufavô!!! 

Entenderam?  Uff...  

 

10 coisas que amamos no Verão #5

Jantaradas e petiscos.

 

E porque hoje é 6ª feira, e sabe a fim de semana, nada como falar das jantaradas típicas desta estação. Preferencialmente em boa companhia.

 

Ameijoa da boa à Bulhão Pato acompanhadas de uma cervejinha gelada. Ou uns camarões com uma boa sangria de espumante com frutos vermelhos. Ou uns caracóis, uns tremoços, uma sapateira recheada, enfim... opções não faltam!

 

 

9. Coisas do dia

1.jpg

Sabem quando temos de parar na passadeira para deixar passar um cão?

Normalmente é sempre um momento cómico, que provoca uma interacção entre os condutores que seguem em sentidos diferentes e que ao passar sobre a passadeira, não conseguem evitar uma troca de olhares e de sorriso com o seu homónimo 

 

Pág. 1/10