Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

As rotundas

Na última década as rotundas multiplicaram-se em Portugal. E embora todos tenhamos dito a certo ponto, que pareciam cogumelos a nascer em tudo o que era recta, tivemos de dar a mão à palmatória e aceitar que são efectivamente mais eficazes do que um simples cruzamento.

Mas... e há sempre um mas... muitas foram mal projectadas. Na N125, há tantas tão apertadas que ficamos a pensar como um camião consegue fazer a manobra; outra são tão grandes que ficamos voltados para norte, antes de ficarmos voltados para oeste... E na Via do Infante, aliás nos acessos à Via, há rotundas com apenas uma entrada e uma saída. Na minha cidade há uma que esteve assim uma meia dúzia de anos antes de finalmente terem construído as outras duas saída/entradas.  

Portanto há toda uma panóplia de rotundas em Portugal.

E depois, há esta no Uruguai. Aparentemente foi construída para provocar a redução da velocidade e permitir que as pessoas apreciem mais a paisagem. What???

uruguai.jpg

(imagem retirada da net)

 

6 comentários

Comentar post