Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Calçada portuguesa

Nos últimos dias tenho ido à baixa da minha cidade e constatei que a calçada está cada vez mais polida. Nota-se principalmente nas ruas inclinadas, em que as pessoas têm de ter cuidado para não escorregar. Eu, com sandálias de sola lisa, fui com todo o cuidado. E não chovia, porque quando chove...

É isso ou usar botas de montanha!!

 

Não há mulher em Portugal que nunca se tenha queixado da nossa calçada. Ou porque se trata daquelas pedras maiores e a irregularidade  provoca dores nos pés ou quedas, ou porque escorrega porque as pedras vão alisando e ficando polidas, ou ainda porque os saltos ficam presos nos intervalos.

E quem nunca viu pessoas mais idosas a andar na estrada porque querem evitar os passeios nessas condições? Ou atletas a correr que também o fazem?

 

Isso não deveria ser suficiente para os nossos dirigentes locais pensarem um pouco? Conforme um colega me dizia hoje, as autarquias deveriam preocupar-se em voltar as pedras evitando o polimento. Mas a profissão de calceteiro está em extinção, certo? Se calhar por causa disso mesmo: já não há manutenção... 

IMG_20170531_102659.jpg

Claro que concordo que a calçada portuguesa é algo típico a preservar. Mas vamos fazer um update?

Voltar as pedras seria uma solução, mas parece-me quase impossível que em pleno século XXI não exista algum produto ou revestimento transparente que se possa colocar por cima, criando um efeito antiderrapante, acabando com as ranhuras entre pedras e homogeneizando a superfície... Concordam?

11 comentários

Comentar post