Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Casamento reparador??

Costumo ler a Sábado e há algumas semanas li um artigo perturbador.

 

Na Itália da décadas de de 60 e 70, havia o chamado casamento reparador.

Os homens raptavam, violavam e agrediam mulheres que pretendiam como esposas, e quando supostamente já submissas, devolviam-nas à sociedade. Como era considerado desonroso ter sido violada, o agressor propunha depois o "casamento reparador" e casava-se assim a vítima e o agressor!!

 

Uma italiana, Franca Viola recusou casar-se com o violador e tendo apresentado queixa na polícia, conseguiu que o seu agressor fosse preso e deu início a um movimento com tal dimensão,  que após ter recolhido cerca de 800 mil assinaturas, a lei italiana mudou em 1981.

1981!!! 

 

O artigo vai mais longe e refere que esse matrimónio reparador ainda existe nalguns países tais como Líbano, Nicarágua, Guatemala, Malásia e Afeganistão. Em novembro 2016 a Turquia tentou fazer aprovar essa medida, mas recuou perante protestos feministas.

 

A minha visão sobre o feminismo é essa mesmo: devemos fazer o que está ao nosso alcance para avançar (na minha área, eu e uma colega fomos inovadoras e abrimos portas a todas as mulheres que hoje singram por cá), mas nunca esquecendo tudo o que já se conquistou. Relembrar sempre que há 40, 50 anos(!) a mulher nem viajar podia sem autorização do marido...

A perspectiva é uma coisa linda, não? 

 

2 comentários

Comentar post