Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Costumes do Mundo #3 Polónia

Polónia

 

Os Polacos adoram presentes e nunca visitam ninguém sem levar flores ou uma pequena oferta. E claro, esperam o mesmo dos seus convidados. Evite o amarelo porque o amarelo é a cor da traição e eles levam isso muito a peito.

Não se oferece flores em número par, apenas número ímpar. O número par está reservado para funerais.

Se oferecer algo a um bebé, esse item tem de ser comprado depois do nascimento, porque se for comprado antes, é considerado azar.

Não se pode recusar comida. Recusar comida equivale a uma má-educação sem precedentes. Portanto se for convidado, vá de estômago vazio...

Eles adoram festas. Tanto é que têm o poprawiny, que não é mais do que uma festa depois da festa. Nomeadamente nas de casamento. A palavra mais correcta para traduzir poprawiny, conforme me explicaram, é o déjà vu. Poprawiny basicamente significa começar a festa de casamento outra vez, no dia seguinte ao do casamento, às vezes continuando até o terceiro dia. Correm lendas de festas de casamento com duração de até uma semana... 

Se pedir uma sandes, vai receber uma fatia de pão - a kanapka. Kanapka é a palavra polaca para o adorado sanduíche aberto. Donde vem isto? É um costume muito, muito antigo, da era medieval, em que se usava uma fatia grossa de pão como prato e no final da refeição, o pão-prato era comido ou passado a um criado ou dado a um cão. 

Não se trata de uma regra, mas é completamente natural quando nos autocarros ou comboios não houver lugares, os rapazes sentam-se e as namoradas sentam no colo deles. Ninguém acha esquisito.

Este devia ser o desporto nacional - contar moedinhas. Pelo menos dos mais velhos, os jovens já nem tanto. Mas as pessoas estendem a mão ao caixa do café, do supermercado e são eles que retiram as moedinhas para o valor em questão. As pessoas abrem a mão, o caixa vai tirando moedinhas e todos ficam felizes. 

A marmita pegou forte nos últimos anos em Portugal devido à Troika. Mas na Polónia, sempre foi usado. Estudantes, funcionários das empresas, todos têm este hábito. Levar lanches/almoço de casa, ao invés de comprarem algo em num café ou ir ao restaurante. Ninguém tem vergonha.

As batatas são para os polacos, o arroz dos portugueses. Elas estão em todas as refeições. Normalmente acompanham o Kotlet (carne de porco ou frango empanado), mas podem ser comida como ingrediente principal com o famoso Pierogi (massa cozida com recheio doce ou salgado).

A dobragem de filmes na Polónia é feita apenas por uma pessoa, que é responsável pela fala de todas (!!) as personagens do filme, e é possível escutar o original como fundo. O mais curioso é que apenas três homens fazem este trabalho de dobragens e só nos filmes infantis, é feito com diversas pessoas para as diferentes personagens.

 

E que a Polónia é linda e fria todos sabemos, certo? 

 

Ver aqui resumos anteriores:

Suécia - Itália

4 comentários

Comentar post