Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Desafio desarrumações mentais

A Fátima do blog Porque eu posso desafiou-me para responder a estas perguntas. E como às vezes sou uma gaja bem disposta e ontem até tive um dia sim e hoje também está pelo mesmo caminho, cá vai...

 

1 - Se te pagassem 100.000€ para posares na capa de uma revista, a segurar uma garrafa de champanhe numa mão e com alguém ao teu lado a dar-te morangos à boca vestido com o fato-de-banho verde do Borat, preferias que essa pessoa fosse o Manuel Luís Goucha ou o Fernando Mendes?

Tenho mesmo de escolher entre estas duas personagens? É porque dificilmente me arranjariam pior. Uma gaja tá solteira e a alternativa é o Goucha ou o Mendes? Madre Mia...

Bem, mas vamos lá que entre o estilo e o deboche, numa sessão fotográfica, escolheria o estilo. E ficaria com o Manuel Luis Goucha. Mas um podíamos usar um biombo para não ter de ver certas partes dele mais expostas? 

 

2 - Ias num cruzeiro, o teu barco naufragava, só havia dois sobreviventes e ambos davam à costa na mesma ilha deserta, com 4 metros x 4 metros. Teriam que obrigatoriamente conviver um com o outro todas as 24 horas do dia e ajudar-se mutuamente para sobreviver. Escolhias naufragar com o Donald Trump ou com o Kim Jong-un?

 Cá está. É tudo entre o mau e o pior. Portanto entre o pimpampum (como eu lhe chamo) e o Trump, acho que com o segundo ainda conseguiria ter algum grau de conversa que com o pimpampum não passariam de estaladas.

Again, uma gaja tá solteira e arranjam 2 criancinhas para ficar num bote?? Ah já vi tudo, babysitting... 

 

3 - Estás de olhos vendados numa câmara de tortura a ouvir em loop os mesmos 5 CD's. Não sabes quanto tempo vais lá estar, pode ser 1 dia, pode ser um ano. Que banda sonora escolhias: Quim Barreiros ou Ana Malhoa?

Aqui estou com a Fátima - furar os tímpanos, vale? Cortar os pulsos? Jogar de uma ponte? É que qualquer dessas alternativas é melhor...

Mas vamos lá por exclusão de partes. A Ana Malhoa só gostava quando ela era imberbe e apresentava o Bueréré. e mesmo assim, os últimos anos dela, já parecia muito forçado. A AM do presente é detestável - eu sei, mas é a minha opinião, sorry...

Portanto resta-me o Quim Barreiros. Não quero dizer que seja má pessoa, mas o que conheço dele é o cantor e portanto só tenho a dizer que músicas a puxar para a ordinarice é como as piadas demasiado fáceis - não consumo.

Desde que o Toy e o Tony não apareçam, fico uma mulher feliz...

 

4 - Escolhe, rápido: uma martelada no meio da mão direita ou bater com o dedo mindinho do pé esquerdo na quina de um móvel?

 Assim rápido, o dedo mindinho. Essa coisa da martelada na mão faz-me logo pensar em Jesus e eu não sou lá muito católica...

 

5 - Última pergunta desta ronda: se fosses eleito presidente de Portugal, e te fosse concedido um génio da lâmpada que só te pudesse realizar um único desejo relativamente às tuas acções políticas, tu optavas por aumentar o salário mínimo para 1100€/mês ou fazer com que nunca mais houvesse um incêndio em Portugal?

Esta é fácil! Escolho os incêndios. Mas quem é que quer viver num país com 1100 de ordenado mínimo? Já agora saúde de borla, e melhor educação e menos impostos, e... Mas isto tá tudo doido?? 

 

E vamos dar seguimento a isto. Como? Vou desafiar a Gorduchita, a M.J., a Charneca em flor e a C.S. ... Vamos?

22 comentários

Comentar post