Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Doce, é numa manhã...

A propósito deste blog da Chic'Ana que li hoje acerca das cantorias e imitações que fazemos todos em pequenos, lembrei-me de quando no final do ano lectivo havia aqueles espectáculos. Na minha escola havia uma rapariga mais velha que fazia produções fantásticas, com temas e roupagens absolutamente fabulosas. O que nós a invejávamos.... (veio o futuro ditar algo tão diferente para ela. Engravidou muito cedo, teve de casar e ficou por ali... Isto mostra que embora ela fosse a mais bonita, e com a 'estrelinha' mais brilhante, foi a que ficou com o futuro com menos glamour).

 

Mas naquela altura não sabíamos disso e ela era a nossa modelo, e o motivo da nossa inveja mais sentida. Então nesse ano ela fez um espectáculo com roupas vaporosas, transparências, tipo dança do ventre, e uma música a condizer. Não me lembro de show dela, porque estávamos por demais nervosas a preparar o nosso e a acalmar os nervos.

 

Claro que os nossos pais não nos permitiram grandes liberdades e fomos de calças de ganga e camisas iguais de cores diferentes (!).

 

Os ensaios tinham ocorridos nos intervalos, na casa de banho. A casa de banho das meninas era comprida, basicamente um corredor entre as portas e os lavatórios. Fechávamos a porta exterior (não entrava ninguém) e lá fazíamos os passos... Basicamente, consistiam em passarmos uma perna em frente à outra, e íamos para a esquerda, umas piruetas e depois o mesmo para a esquerda. Corria tudo bem, estávamos coordenadas e portanto cheias de confiança

 

Chegou o grande dia e quando chegou a nossa hora, subimos ao palco - mesas da sala de convívio juntinhas umas às outras,  e começamos o show. Daí a uns instantes estávamos mesmo a dar show!

Começa a música "Doce, é numa manhã de inverno..."

Começam os passos e a C. na ponta direita, quando nos movimentámos para a direita e porque as mesas eram mais curtas do que o espaço da casa de banho, caiu literalmente para o chão!! E nós claro, quais verdadeiras artistas, continuámos até ela se ter levantado e voltado ao palco. 

 

Porque... The show must go on 

 

7 comentários

Comentar post