Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Filhote armado em bebé #13

Quando o meu filho tinha 6 anos, quis rapar o cabelo a pente 4. Estávamos quase no verão, o tempo aquecia e então acedi.

Já não sei porquê, em vez de ir ao cabeleireiro, havia cá em casa uma máquina de cortar o cabelo e resolvi aventurar-me. Quão difícil pode ser??

 

Ambos para a casa de banho. Ele sentadinho num banco e eu à volta para lhe cortar o cabelo. Correu tudo bem. Cabelo ficou certinho e a seguir, rapaz para dentro da banheira para tomar banho.

No dia seguinte o miúdo foi para a escola. Quando voltou vinha com mais uma ideia. Possivelmente tinha visto alguém na escola com o cabelo mais curtinho. Pediu para que eu cortasse com pente 2. Acedi.

 

Repetimos a mesma mise-en-place. Banco, máquina, etc... Só faltou verificar a máquina.

Meto a máquina na cabeça, por cima da sobrancelha direita e começo. Só que faltava a lâmina... 

images (2).jpg

 

O rapaz ficou com uma auto-estrada na cabeça! Assim meio de lado, mas uma auto-estrada! Ai minha nossa senhora da agonia!!! Perguntei se queria que eu tirasse tudo. NÃO!

Resultado: teve de andar uma semana e meia de boné na cabeça, até que aquele cabelo cresceu um bocadinho e  disfarçou "a coisa" .

 

Nunca, mas nunca mais lhe cortei o cabelo. Ah, e o título deste post devia ser

mãe armada em cabeleireira 

 

8 comentários

Comentar post