Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Filhote armado em bebé #22

O meu filho está por cá esta semana. Veio participar num torneio aqui na cidade e vai ficar toda a semana (que bom), e ontem eu planeava fazer uma empanada. Fiz o recheio e quando fui ao frigorífico, apercebi-me que afinal tinha massa filó mas não massa quebrada. E não me apetecia fazer. Há dias assim...

Disse-lhe que podia fazer chamuças já que tinha massa para isso. Ele disse que estava bem.

 

E seguiu-se o seguinte diálogo 

- Mas tu gostas de chamuças??

- Gosto, nunca como mas gosto. 

- Então porque não comes?

- Só como quando posso servir-me eu, agora se for para pedir, peço outra coisa. 

- Porquê?

- Porque não consigo dizer chamucha (e diz assim xamuxa) 

- Então e porque não apontas: quero um destes!

- Porque depois há sempre mais conversas: qual deles? de frango, vegetais ou carne? E então para evitar ter de dizer a palavra, simplesmente não como...

- Então mas e se falares mais devagar? soletra...

- Não dá: xa - mu - xa

(ah ah ah ah ah para os dois)

- Mesmo quando os meus amigos me perguntam, dantes ainda dizia que sim, mas a conversa não acabava por aí, porque lá voltavam os sabores, a forma como fazer, etc... Então agora à pergunta "gostas de chamuxas?" respondo sempre: Nem por isso!  E a conversa morre aí! Acabou!

 

Fartei-me de rir com ele. Mas lembrei-me que o meu pai tem um amigo chamado João José e tratam-no assim. Quando digo o nome dele, mesmo devagar, sai João Jojé. Sempre. 

 

6 comentários

Comentar post