Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Há dias no aeroporto...

de Genève, assisti a uma situação hilariante.

Estava na fila à espera de chegar a minha vez para o check-in electrónico, com envio da mala simultâneo.

 

Duas pessoas à minha frente estava uma senhora toda aprimorada, a fazer o check-in. Pousou a mala no tapete, fez o check-in na maquineta e sem espaço onde colocar a mala de mão e o bilhete, pousou tudo no tapete também. Começa a sair na maquineta os autocolantes para a mala e ela coloca-os na pega. Entretanto o visor pergunta (eu sei porque reparei depois quando fiz o meu próprio check-in) se está tudo ok. Dizes sim ou não. Sim. E a mala começa a deslizar no tapete em direcção ao paraíso das malas. Acontece que em cima do tapete estava também o quê? A mala de mão e o bilhete! A senhora que por acaso era magrinha, jogou-se pelo pórtico adentro, ficou com os collants e mais qualquer coisa à vista, esparramou-se toda a tentar chegar aos bens em fuga e conseguiu apanhar tudo. Entretanto (quando já não faz falta, né?) veio um funcionário a correr, carregou no botão da emergência e parou tudo. A senhora saiu lá de dentro, compôs-se e sem olhar para ninguém, lá seguiu para o piso superior pelas escadas rolantes.

 

Entretanto, nós todos, armados em público, a seguir o filme, mortinhos de riso perante o incrível da situação.

Claro que toda a gente foi super cuidadosa a seguir para não repetir a cena  até porque nem toda a gente caberia naquela abertura das malas de cabine!! Eu não certamente, só de lado!!

6 comentários

Comentar post