Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Já conhecem este conceito?

de Slow Life?

Trata-se de um movimento anteriormente ligado aos hippies mas que hoje ganha cada vez mais adeptos.

 

O mote é Trabalhar menos, comprar menos, mas viver melhor.

Aparentementeimages.jpg, esta é uma revolução que tem vindo a ganhar mais e mais adeptos.

Quem o adoptou defende que a slow life lhes transformou a vida. A slow life, que em português significa literalmente, vida lenta, é hoje um valor mais e mais importante, já que o bem mais precioso, a par com a saúde, é ter tempo. Desacelerar, ter tempo para os pequenos prazeres da vida, para a nossa vida pessoal, familiar, amorosa ou com os amigos.

No fundo recorrer à máxima do ter menos, ser mais.

 

Sem saber, adaptei este estilo de vida há 18 anos, quando resolvi sair de Lisboa, para poder aproveitar o tempo que passava todos os dias nas filas Lisboa/Oeiras e passa-lo antes com o meu filho e o meu marido. Aquele é definitivamente um tempo desperdiçado. O que poderia eu fazer com mais 2 horas por dia? Um mar de possibilidades!

 Esta necessidade de abrandar, depois de atingir o ponto de ruptura, em que chegava a casa apenas a tempo de dar banho ao miúdo, dar-lhe jantar e enfia-lo na cama porque no dia seguinte recomeçava tudo. Não, eu não queria viver assim. Queria poder estabelecer uma intimidade com o meu filho, traduzida em momentos efectivamente partilhados.

Isso deu resultados e traduz-se em por exemplo no óptimo relacionamento que tenho com o meu filho. Não me arrependo nada de ter tomado aquela que sei ter sido a opção correcta, e ter saído daquela vida em loop, sem qualquer tempo, foi o melhor que nos aconteceu. 

 

(Não pretendo ajuizar ninguém, até porque sei que eu tive a felicidade de querer e poder sair da cidade grande e vir para onde pude dar essas condições à família. Para a maior parte das pessoas poderá não ser tão fácil. Assim como haverá muita gente, que mesmo podendo, optará por não o fazer...)