Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

12 Desafios para 2018 - Update 2

Fevereiro.JPG

Quando comecei a pensar em escrever este update, a minha primeira reacção foi que o mês de fevereiro tinha sido muito mau. Estive doente na primeira semana, depois tive uma recaída passada outra semana, essa sim, levou-me às ruas da amargura. Tive visitas, amigos a dormir lá em casa, fui jantar fora, fui ao cinema, fui de férias para Valência, inscrevi-me no voluntariado, fiz o chec-up de saúde e estava tudo bem. Percebi então que a percepção que eu tinha do mês afinal estava errada... afinal Fevereiro até não foi mau!

 

1. Perder peso. Estou na mesma, com os níveis de motivação a roçar o ridículo. Ainda para mais de férias bebi e comi coisas novas o que certamente terá reposto o peso inicial. Nem me cheguei para o pé da balança após o retorno!

2. E na sequência do primeiro, tenho de me começar a mexer mais. Igual...   (este ficou tal como em Janeiro, nem acrescentei uma vírgula ao texto!)

3. Continuar o meu caminho para o vegetarianismo. Aqui, consegui manter o meu objectivo de não comer carne. Até em Espanha consegui. As alternativas em restaurantes começam a ser possíveis.

4. Continuar os meus hábitos de leitura. Estou a terminar o terceiro livro!

5. Aderir ao desafio Uma Foto por Dia, que publicarei à segunda-feira. Tenho publicado semanalmente junto com o desafio 5 Coisas Boas. A dificuldade por vezes é escolher entre tantas alternativas...

6. Retomar uma poupança. Continuei com a poupança. Voltei a conseguir poupar 10% do ordenado. Mais uma vez foi difícil, até porque a mensalidade do miúdo em Lisboa, mais a viagem dificultaram as coisas.

7. Gostava de fazer um workshop de fotografia - Este sábado começo na Fototeca aqui da cidade! Yeahh 

8. Fazer algumas remodelações em casa. Este mês não fiz nada. As de Janeiro deram-me água pela barba e agora tenho de respirar antes de recomeçar!

9. Tomar uma decisão quanto às férias. Ainda não falei com a chefia, mas vou propor mais 15 dias de férias não-remuneradas. Não cheguei a falar ainda, mas tenho tempo... 

10. Depois de ter decidido em 2017 não voltar a pintar mais o cabelo, fiz umas madeixas clarinhas. O cabelo está a crescer. Continua a crescer. Mudei para champô da Redken para ver se  recupero alguma da densidade.

11. Investigar mais e decidir, se vou abandonar ou não, a ração para os meus gatos e dedicar-me a fazer-lhes comida caseira e mais saudável - A minha gata não lhe toca, portanto vou abandonar o projecto. Fracasso total.

12. Os homens de jeito que conheço ou são casados, ou não me estimulam, ou são estrangeiros. Portanto continuo solteira. Eu também sou exigente, bem sei. Se baixasse um pouco a fasquia, certamente já estaria acompanhada. Mas valerá a pena? Não tenho medo de estar sozinha, nem me incomoda por aí além. Por isso prefiro não fazer cedências nesse aspecto. 

 

E apesar de não ser uma resolução de 2018, tenho estado na senda do desperdício zero. E este mês desisti dos guardanapos de papel.

Não tomo o pequeno almoço em casa, mas sim no trabalho. Todos os dias levava para o trabalho uma sandes embrulhada num guardanapo de papel. Este mês adoptei um tupperware e reduzi a minha pegada na ecologia.

tupper.jpg

E vocês estão a fazer a vossa parte?

20 comentários

Comentar post