Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O eterno jogo do telefone estragado

download.jpg

Mal-entendidos, contextos desfasados, percepção dúbia. Mesmo quando sabemos ter sido claros, há sempre a dúvida se a mensagem foi bem entendida do outro lado. Sempre que isso a mensagem não passa correctamente, lembro-me daquela frase de Oscar Wilde

 

"Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo"

 

A prioridade devia ser linear?

Ontem fui ao banco à hora de almoço.

E para minha surpresa, tivemos de ficar quase eternamente na fila pelo facto de terem chegado dois idosos para tratar de assuntos e tiveram pois, prioridade. E nós sabemos que estas pessoas não vão depositar dinheiro. Não é tome lá, imprime a papeleta, assina e até à próxima! São sempre casos demorados... Tão demorados que o gerente teve de começar a chamar pessoas lá ao gabinete dele, e foi atendendo os depósitos. Foi de tal maneira que os 3 funcionários ainda estavam a atender as mesmas pessoas, quando saí passados 25 minutos. 25 minutos, tendo apenas 4 pessoas à minha frente!  

 

Estou a favor da lei da prioridade, quando são efectivamente uma prioridade. Já não entendo velhotes que só porque acompanhados de uma bengala, e quando até há lugares para sentar, passam indiscriminadamente à frente.

E digam-me mais uma coisa, acham normal um velhote que nitidamente não trabalha ir ao banco à hora de almoço? Quando as pessoas que trabalham têm uma hora para almoçar e fazer aquelas coisas inevitáveis como ir aos Ctt ou ao banco?

Porque acabaram de almoçar e pensam: vou num instante aos ctt/banco/etc e ainda venho a tempo de me sentar no cadeirão e assistir ao meu programa favorito, As Tardes da Júlia! 

 

Porque não fazer como nos transportes públicos? Têm redução de reformado, se viajarem fora das horas de ponta!

 

Eu sei que o que acabei de escrever não é politicamente correcto, mas quem nunca sentiu a injustiça do tratamento ser tão linear? 

10 coisas que amamos no Verão #4

Secar a roupa.

 

Tinha de entrar também neste segmento, uma questão prática - menos glamorosa!

E se há coisas positivas no verão, uma delas é não ter a roupa a secar uma semana inteira na corda. Ainda que tenha máquina de secar, uso pouco porque prefiro secagem ao natural. Mas por vezes, lá tem de ser. 

 

Não há nada como estender roupa e uma hora depois estar tudo seco... Com o cheiro de roupa seca ao sol!

roupas-brancas-7.jpg

 

Os nossos olhos

Ontem, a ligar a televisão, apanhei um programa no fim e achei o assunto interessante - os nossos olhos. Recuei até ao início da conversa.

 

Começava com daltonismo. E eu tenho dois amigos (homens) daltónicos, pelo que até estava mais ou menos por dentro do assunto. Ainda assim, fiquei a saber coisas que desconhecia. Por exemplo, não sabia que é um problema essencialmente do sexo masculino: 8% nos homens contra 0,2% nas mulheres. E porquê? porque se trata de um defeito no cromossoma x. Como a mulher têm 2, mesmo que um esteja afectado, não tem sintomatologia. Mas ao engravidar, pode passar para o rebento que, se for homem e tendo apenas um cromossoma x, vai ter sintomatologia.

Nas profissões que exigem testes finais de cor, essas profissões são executados por mulheres, porque para além destas serem menos sensíveis ao daltonismo, têm ainda mais cones que identificam tons. Por isso é que as mulheres vêem púrpuras, lilases, etc e para os homens é tudo roxo.

Existem filtros, aplicados a lentes que podem ajudar. E uma tabela. Esta, inventada por um português, ajuda a que quem vai às compras sozinho, volte para casa com uma gravata verde e não castanha, ou que compre um carro vermelho e não verde ou azul, as 3 cores mais semelhantes!

Depois, falou-se de outras questões que eu já conhecia. Por exemplo, da questão dos semáforos, que têm sempre aquela sequência para ajudar quem não distingue as cores. 

10-imagens-que-lhe-permitem-ver-o-mundo-como-as-pe

 

O tema seguinte foi a miopia.

Os novos hábitos visuais, obrigam-nos a desenvolver a visão de perto, quando os nossos olhos foram desenvolvidos para ver ao longe.

Os nossos pais e os nossos avós brincavam na rua e olhavam para longe, hoje as nossas crianças olham para perto, o que vai contra a natureza. No futuro, todos verão muito bem ao perto e muito mal ao longe.

Actualmente a população míope mundial é de 18% mas prevê-se que em 2020 seja 20% e em 2050, 50%, fruto dos nossos novos hábitos.

Podemos contrariar isso? Sim, respeitando a regra dos 20-20-20.

20 minutos de computador

pausa de 20 segundos para dar repouso aos olhos, e olhar para longe

esse longe está definido em 20 pés (equivale a 6 metros).

 

Gostava, mas já não gosto!

Já vos aconteceu quererem muito uma coisa, e depois quando a conseguem ou finalmente a realizam, percebem afinal que era mais uma ilusão, ou um sonho enganador?

Penso que aconteceu a todos...

 

E aconteceu-me a mim no passado fim de semana. Lembram-se deste meu post de há uma semana e meia, sensivelmente? Pois, isso era uma fixação que eu tinha, pintar umas madeixas azuis, fazer umas californianas azuis, enfim... algo assim. A cabeleireira empurrou sempre dizendo que cada cabelo reagia de sua forma, e não garantia nada, o que me levou sempre a adiar. Mas sempre com vontade...

 

E este fim de semana dei de caras com uma pomada no supermercado que se coloca nos fios de cabelo, deixa-se estar 15 a 30 minutos e voilá, durante 15 dias, a cor mantém-se. 

Fiz madeixas, consegui aplica-las de forma homogénea e deixei o tempo necessário. Mas na cor no meu cabelo não ficou azul, ficou esverdeado!

E agora só tenho uma pergunta: QUANDO PASSAM OS 15 DIAS?????

IMG_20170723_155506.jpg

 

10 coisas que amamos no Verão #3

Roupas coloridas e leves.

 

É uma das coisas que mais gosto no verão. A possibilidade de passarmos de um guarda-roupa mais taciturno para uma explosão de cor e de transparência que dão vida à estação!

 

Sem Título (2).png

 

 

 

E se atravessássemos a Terra?

Sabes onde irias parar se fizesses um buraco a direito e atravessasses até ao outro lado da Terra? 

y (2).png

 No meu caso, seria ao largo da Nova Zelândia, junto aos peixinhos... mas a maior parte dos Portugueses, os que vivem mais a norte, seria em plena ilha da Nova Zelândia.

 

Portanto se há alguém desse lado que tem um fascínio pela Nova Zelândia como eu, já sabem, temos uma razão!! 

Ovo versus ovo

Para quem não sabe, os códigos inscritos nos ovos dizem-nos como são criadas as galinhas que os põem.

85iaJLa3cWsVIg5ta4HjnCdw_.jpg

Os ovos mais comuns e cujo preço é mais acessível são os que têm o código 3. O espaço para cada galinha é o equivalente a uma folha de papel A4, o que dificulta o bater das asas e qualquer movimento. Para além disso, as luzes ligadas prolongam o dia, de maneira a  aumentar a produção. Por uma questão de stress acumulado os bicos das galinhas no casos 2 e 3 são cortados para evitar mutilação.

 

O código 1 é aquele cujas condições se aproxima mais do que sempre conhecemos. As galinhas são criadas “ao ar livre”. Têm um espaço interior, similar ao código 2, onde pernoitam ou se abrigam quando está mau tempo, mas também têm um espaço exterior ao ar livre, adaptado às suas necessidades, com uma densidade mínima de 4 m2 por animal ou seja, 40 vezes maior do que no código 2.

 

O Lidl Portugal é a primeira loja a abolir a comercialização dos ovos oriundos de galinhas criadas em gaiolas, passando a comercializar exclusivamente ovos provenientes de galinhas no solo e de galinhas ao ar livre. 

 

Claro que a forma como a galinha vive e se alimenta, vai influenciar a qualidade do ovo. Vamos ter isto em atenção da próxima vez que comprarmos ovos?

10 coisas que amamos no Verão #2

Gelados e sorvetes.

 

É um das coisas que mais gosto no verão. Um gelado é refrescante, saboroso, e evoca toda a sensualidade do verão.

 

Os meus preferidos são de pistáchio, rum com passas, melão, café com pepitas e chocolate branco com frutos vermelhos.

No Brasil, descobri gelatarias incríveis, com mais de 150 sabores, em sistema self service e que pesávamos à saída. O meu favorito no Brasil foi o de doce de leite e de açaí. Que delícia.....

2916475_1vEyK.jpeg

 

Azulejos portugueses

images.jpg

Adoro os azulejos portugueses. Têm tanta energia, tanta cor e mesmo os monocromáticos me fazem sentir que aquele azul faz parte da nossa história e da nossa identidade. 

images (1).jpg

Não são lindos?