Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Sei que é assustador

Mas devemos ver o vídeo que o Smithsonian preparou sobre sismos, utilizando a cidade de Lisboa e o terramoto de 1755. Tem apenas 2.05 minutos, mas é bastante esclarecedor...

 

E o parque, como foi?

IMG_20170924_161002.jpg

Ontem foi dia de Parque Aquático. Queriam uma foto do parque? Aqui está.

Ahh, dos escorregas e dos tubos? Qualquer site mostra isso. Já esta palmeira foi onde estacionámos o dia todo, e a visão, no pouco tempo que estive deitada, era tão calmante, dos ramos a remexer ao sabor do vento.

 

O que me lembro?

Subir escadas. Estar em filas razoáveis (por isso nunca vou em Agosto). Descer numa bóia, colchão, barco ou sozinha e num ápice. Relvado onde picnicámos. Sombra das palmeiras. Subir de novo. Descer de novo. Piscina. Jacuzzi. Subir de novo. Descer de novo. Nalguns, sair de lá a jurar que nunca mais, noutros a querer repetir de imediato.

 

E foi isto.

 

Hoje dói-me as pernas de subir tanto. Os braços de me agarrar a algumas bóias como se o mundo fosse acabar. Um escaldão na cara e ombros porque apesar de outono, esteve um dia bem agradável e o protector não foi colocado vezes suficientes.

 

Pronto. Para o ano há mais. 

T - Três dos meus livros preferidos de sempre

desafio.jpeg

 Muito difícil esta escolha, como se escolhem apenas 3 livros de uma vida?

Nem sei se vou conseguir...

 

Um dos primeiros livros que me tocou foi O Meu Pé de Laranja Lima, do José Mauro de Vasconcelos.

Outro incontornável, foi o que me apresentou o José Saramago, O Evangelho segundo Jesus Cristo.

Outro livro que adorei, mas apenas à segunda tentativa, dada a complexidade filosófica, foi O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder.

 

E tenho de falar do Murakami, com Kafka à Beira-mar e ainda, mencionar Joël Dicker, com A verdade sobre o caso Harry Quebert .

Eu sabia que não ia ser fácil e realmente não consegui limitar a três... 

 

Por 26 dias, a MagdaJustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.winkFátima BentoCarla B. e Princesa Sofia e eu, respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs. Ou consultem aqui todos os posts publicados no Sapoblogs com esta tag .

Pesquisa sobre Nova Deli

Tenho andado a pesquisar Nova Deli, já que a viagem se aproxima. E tudo para onde olho agora tem uma referência à Índia - a sério, até a Sábado desta semana vem com uma mega entrevista sobre o Gandhi...
 
Já estive em cidades pelo mundo com 6 - 8 e até 12 milhões. Mas esta vai ser literalmente o meu record. 
 
22 milhões de habitantes no censo de 2011, mas com números actuais a apontarem para 25 milhões. 
 

Tenho lido blogues, documentos oficiais e já tenho uma boa ideia daquilo que me espera. Algumas coisas são assustadoras, outras abrem o apetite pela viagem...

 

Mas para já, esta foi a imagem que retive...

tuc.jpg

E como hoje afinal ainda há dia...

E até está calor, fui festejar para o Parque Aquático! 

 

 

O mundo acaba hoje

Para além das recentes ameaças ao Mundo da parte da Correia do Norte e dos EUA, e que nos aproximam cada vez mais da possível veracidade da notícia, há outras (notícias) que nos fazem perceber que caminhamos a passos largos para o fim do mundo...

Senão, vejamos:

Em Banguecoque há um hostel que em tudo se parece a uma prisão. Sim, a única diferença é que se tem de pagar para dormir lá - 25 a 50€ por noite... não parece estúpido? Para se ter a experiência, nada como cometer um crimezito! 

jn.png

Mas pronto, tendo em conta o que se ouve falar das prisões tailandesas, esta será uma experiência bem mais... facilmente findável!

 

S - Série que comecei e preciso acabar

desafio.jpeg

Esta não é difícil.

Há uns anos comecei a ler Os Subterrâneos da Liberdade de Jorge Amado. Fiquei-me pelo volume I. Nem sei se o terminei... Na estante, os volumes II e III.

 

 

Por 26 dias, a MagdaJustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.winkFátima BentoCarla B. e Princesa Sofia e eu, respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs. Ou consultem aqui todos os posts publicados no Sapoblogs com esta tag .

Insólitos no futebol

Há uns anos estava no Sul de França e no dia de descanso, resolvemos fazer um pic-nic, fomos jogar golfe e ainda fizemos uma partida de futebol. Sim, nada como rentabilizar o tempo 

 

No golfe foi muito giro, porque era golfe sem caddy. Três andares de pequenos espaços individuais onde as bolas te chegam e só tens de 'dispara'r para o relvado. 

À tarde, fizemos um jogo entre nós. os azuis éramos nós, os brancos da Coca-cola, os polícias do evento. Como facilmente se perceberá, nós estamos numericamente em vantagem. E as mulheres estão todas do outro lado do campo, porque isto de correr com os matulões de um lado para outro do campo, era muito cansativo 

 

Nesta foto, só na grande área estamos 7 azuis contra 2 brancos.

Mas pronto, éramos amadores, depois de um almoço bem regado e cheio de boa disposição.

Sem Título.png

 Vêem alguma semelhança? Com excepção destes não serem amadores nem terem almoçado de forma bem regada? 

rm.png

 

Outono, cabelo e outros...

Eu adoro o outono. As cores, os marmelos assados com vinho do Porto, as castanhas, o fim do calor alucinante. A única coisa que me aborrece no outono é a queda do cabelo. A sério, não vos acontece ao pentear, acharem que vão MESMO ficar carequinhas?

Mas este ano a namorada do meu filho que recebe imensos produtos deu-me esta caixinha que vou começar amanhã a aplicar. São 10 dias, depois dir-vos-ei como correu. 

IMG_20170921_092656.jpg

Mas hoje quando cheguei a casa, abri a caixa para ver como era o produto, como se aplicava, etc. e veio-me à memória uma cena terrível que me aconteceu há uns 10 para 15 anos.

Outono é também o recomeço das aulas e com as aulas e os petizes, vem o quê? Os piolhos. É escusado, por mais higiene que tenhamos em casa, se os filhos forem afoitos a apanharem, não há volta a dar.

 

Então nesse ano eu estava a aplicar umas ampolas deste género. Queixei-me na farmácia que quando punha as ampolas, ficava com uma comichão horrível (sim, já se estão a aperceber que eram os bichitos a rabiar), mas o senhor disse que era normal. Continuei. E continuava a comichão, especialmente quando aplicava a ampola!

Até que um dia, estou a sair de um estacionamento depois de pagar, levo a mão à cabeça para coçar e vem na unha um piolho-abominável.homem.das.neves, ou seja, versão king-kong!!

Dei um grito, um pulo dentro do carro e fui a guinar e a ultrapassar até casa, onde a senhora que ainda hoje me faz a limpeza, me catou - sim, é mesmo essa a palavra - durante quase o resto de manhã  

 

Resumindo, enquanto fiz o tratamento, eles fizeram o favor de crescer e se multiplicarem muuuito!!! 

Gin tónico? Bora!

Acabei de fazer a consulta do viajante para a minha ida à Índia. Fiz online, já que na minha região, consultas nos Centros de Saúde, é para esquecer... aliás a sugestão foi mesmo lá dos serviços... enfim...

 

Estivemos a falar dos perigos e das boa práticas a adoptar para evitar problemas.

A páginas tantas, falámos do banho e da água do mesmo. Ter cuidado para não engolir água, se bem que umas gotinhas na boca não faça mal nenhum, já que a nossa boca tem quinino que neutraliza tudo. O problema é ser mais do que umas gotinhas e descer o esófago, este sim, parte importante na propagação de doenças.

 

Mas voltemos ao quinino. Perguntou o médico se eu sabia o que era o quinino. Falei-lhe do Gin tónico , uma das minhas paixões. Ao que ele responde:

- Boa, é pena é que para o quinino do Gin tónico ser eficaz, você teria de beber 57 litros por dia!

 

Ahhhh, já estou mais descansada...