Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Já arejas?

Sabem que uma das formas de poupar água, entre outras, é utilizar um AREJADOR.
Para além das preocupações de ordem ecológicas, ainda há o factor de poupar na factura.
Basicamente, de acordo com a minha pesquisa, os redutores podem ser aplicados em todo o tipo de torneira, inclusivamente no sistema de dupla descarga, nas torneiras termostáticas da banheira, e nas torneiras de mono-comando ou chuveiro.

download.jpg

Trata-se de uma peça simples que mistura ar à água, diminuindo assim o fluxo mas mantendo a sensação de volume. Ainda por cima, ajuda a direccionar o jacto de água 

Exemplo: um torneira de lava-loiça com vazão de 13,8 litros por minuto, reduz o consumo para 6  litros/minuto com a instalação de um arejador. É menos de metade!!


Uma grande parte das torneiras já tem incorporado este item muito em conta (à volta de 3 a 5€) mas caso não venha com ele, é uma boa maneira de ser mais ecológico!!

 

Gostaste da dica? Então vamos tratar disso! 

Isto da dieta #1

Como já partilhei, estou a ser acompanhada por uma nutricionista. 

Esta era um resolução de 2018 e no entanto, foi preciso chegar a Novembro, para me decidir a iniciar a dieta? 

Na verdade, já tinha começado umas quantas vezes, mas a motivação não era a mola impulsionadora e apesar de ir perdendo peso (tenho muita facilidade, confesso), ao fim de uns dias ou semanas, as tentações e a fome psicológica vingavam.

 

Então o que mudou?
A minha perspectiva.

 

Percebi que sem ajuda - aliás sem alguém a quem prestar contas, pelo menos no início - dificilmente chegaria ao objectivo.

E que este era o momento.

Estou com 50 anos. Quase 51.

E se não fosse agora, não seria nunca...

 

A minha viagem ao Canadá 1

Eu sei que já foi há um mês, mas como sabem, tenho andado tão ocupada com as férias em Marrocos, com as duas semanas de formação e só ontem me dispus a seleccionar as fotos e as histórias a contar.

 

Como referi na altura, estive a trabalhar 3 dias numa cidade a 1 hora de distância de Toronto, Milton. Cidade simpática, do tipo risco ao meio, dividida por uma Main Street. Cidade pequena de 87500 habitantes e cujo pólo se situa nos transportes ferroviários e por isso tem sido uma das cidades que mais cresceu nas últimas décadas. Estima-se que chegue os 100.000 habitantes em 2020.

 

Terminado o trabalho, tinha avião na segunda à meia-noite. Pedi que me levassem a Toronto numa das primeiras navettes, para poder desfrutar do dia e fazer algumas visitas que não tinha conseguido fazer o ano passado.

Deixei a mala no depósito do aeroporto e apanhei o comboio para a cidade. Já contei aqui a historieta dos bilhetes .  E desembarquei na Union Station, em pleno coração de Toronto. Sabia que queria jantar num restaurante de baseball, já tinha comprado o bilhete para visitar as ilhas da cidade, e apesar de não estar muito entusiasmada, foi-me recomendado o Oceanário de Toronto, como uma das maravilhas da cidade. 

 

O fantástico relógio que se encontra no exterior da Union Station.

O fascínio que tenho pelas árvores vermelhas (maple tree ou ácer) do Canadá.

Por aqueles dias celebravam-se o Gay-tolerance-Day e até os carros dos bombeiros ostentavam a bandeira 

 

O ano passado tinha verificado que os Torontinos (ou Torontenses, não há consenso), cuidam dos seus espaços exteriores. Este ano voltei a confirmar que apesar do frio e da chuva, todos os recantos estão floridos. Gosto especialmente dos repolhos que aguentam firmemente todo o inverno sob geada e neve.

 

Alguns pormenores da cidade, uma das mais cosmopolitas do mundo.

Uma das primeiras avenidas o Mundo com passadeiras transversais, tal o movimento que tinha. Ainda hoje se mantêm o movimento e as passadeiras, ainda que os túneis subterrâneos tenham retirado muitos peões da superfície.

Perto, fica a Yonge Street, a rua mais extensa do mundo, com quase 1900 km de extensão. É um rua bastante movimentada, a nível de pessoas e veículos e várias lojas vendendo de tudo um pouco. Nela se encontram o Eaton Centre, Dundas Square, Hockey Hall of Fame e a sede do Toronto Stars.

Uma visita do Porto de Toronto, onde se ia iniciar o passeio de barco no lago Ontário.

 

1.jpg

E esta era especificamente para mim, não acham? Claro que segui as indicações!!

 

Não percas o próximo post com o passeio de barco e a ida ao Oceanário! 

O futuro da melhor ficção científica

Li este artigo há mais de um mês e desde essa altura que pretendo escrever sobre isso, porque achei a notícia fenomenal!

Então, vamos lá à notícia: A China vai lançar uma Lua Artificial!

 

Sim, no prazo de 2 anos (até 2020), a China quer lançar um segundo satélite para o espaço com o intuito de reflectir na Terra, a luz do Sol durante a noite. Com que intuito? Economizar iluminação.

 

Vão equipar o satélite com uma película reflectora e o objectivo final é, segundo o jornal China Daily, iluminar a grande cidade de Chengdu, situada no sudoeste. 

Já em 2019, vai ser enviado um exemplar para o espaço e, caso seja um sucesso, 3 outros serão enviados em 2022. Alegam que no futuro, esta técnica poderá ser usada em catástrofes naturais, para enviar raios solares para as zonas terrestres onde a iluminação eléctrica tenha sido cortada.

 

Não é o futuro?

 

5 coisas boas (+ fotografia da semana) #48

5 coisas boas om coração.png

 

Segunda, dia 26

Dia de medicina do trabalho. Toda a gente a fazer análises, electrocardiograma e consulta de rastreio. Porque foi bom? Porque da última vez que tinha feito, tinha o colesterol a 220 e hoje o resultado foi 161!!

 

Terça, dia 27

Consulta de nutricionismo. Continuo motivada e no bom caminho. Tenho resistido, sem grande sacrifício, às tentações habituais - meaning chocolate...

 

Quarta, dia 28

Era o deadline para entregar o teste de avaliação das formações que andei a dar. Levantei cedo e consegui acabar. Sabe bem quando fechamos capítulos. Depois, falta só corrigir os testes...

 

Quinta, dia 29

Dia de manicure. Desta vez, e depois de uma pausa de 2 semanas em que deixei as unhas ao natural, voltei ao gelinho. Cor escolhida? Nude, só porque me apeteceu!

 

Sexta, dia 30

Semana pacífica, mas às vezes também sabe bem uma semana mais flat. Tenciono aproveitar o fim de semana, já que há quase um mês que não passava um em casa.

Na próxima semana, já sigo viagem para o Norte...

 

Fotografia da Semana # 48

48.jpg

 Uma caminhada pelas arribas

Destralhei demais

O meu destralhe de roupas foi tão levado a sério que...

 

não encontro os pijamas de inverno 

Pequenos Grandes pensamentos #66

Não resisti a partilhar esta passagem do livro que ando a ler:

 

 Será que podemos ir demasiado longe quando vamos na direcção certa? 

 

Pág. 5/5