Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Carnaval

Tinha este post nos rascunhos, já esquecido, faltando já só a última revisão. Última oportunidade para escrever sobre o assunto, certo? Então vamos lá:

 

Para mim o Carnaval é das criancinhas. Mascarei-me algumas vezes quando era miúda mas em adolescente e adulta, só me lembro de o ter feito uma vez numa festa temática. Não acho piada nenhuma em ir para a rua fazer/ver os desfiles. Ainda para mais quando nos últimos anos perdemos a nossa identidade e queremos a toda a força ser Cariocas. O Carnaval como se faz do outro lado do Atlântico tem toda a razão de ser tendo em conta as temperaturas de verão que agora estão no Brasil. Aqui, nem por isso. Este tempo pede um casaquinho, uma daquelas fantasias de moletão e muita mexida para não arrefecer. Mas adoraria ir a Veneza viver um daqueles carnavais. Muito glamour.

 

Quando somos pais, o Carnaval vem para a nossa vida para ficar. Felizmente o meu filho nunca foi fã e os desfiles das escolas eram para ele um suplício. Fiquei aliviada quando o filhote cresceu e deixou de ir aos desfiles carnavalescos que as escolas e autarquias sempre organizam.

Aquilo parece ser uma tortura para a maioria dos miúdos... Andar ao frio naqueles trajes mal enjorcados que respeitam o orçamento da escola ou pior... pedir aos pais uma pipa de massa para comprar "aquela" fantasia que vai ser comum a todas as salas? Tenham dó! Até os miúdos mais pequeninos, vestidos de coelho, ou lá o que os valha, enfiados na carroçaria de uma camioneta, a dar voltas à avenida... Não parece apetecível...

 

Já o sair de casa vestido com a fantasia escolhida (e não imposta) e com a família, me parece melhor! Encarnar as Frozen,  Sininho, fada, princesa, eu sei lá que mais, bombeiro, polícia, etc... para viver o fascínio e a magia que esses sonhos podem ter na vida de uma criança. Assim parece-me bem. É o momento deles, se gostarem.

 

Eu fico saisfeia por ser feriado na minha empresa e portanto hoje poder ir gozar o Carnaval à minha maneira. Vamos almoçar com os pais e depois apanhar uma sessão de cinema e ver um dos filmes nomeados que não vimos ainda. Mas de manhã, pôr em dia a papelada atrasada: relatórios para terminar e preparar as questões do exame da formação que fui dar no domingo para enviar.

 

Bom Carnaval, seja de que forma for, que decidam vivê-lo! 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.