Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Coisa de miúdos...

Ia a Lisboa e tinha apanhado o comboio em Oeiras, onde vivia.

Não era hora de ponta, início da manhã, pelo que o comboio, embora não cheio, seguia com os bancos quase todos ocupados. Eu is sentado ao meio do comboio, onde ia direcções do comboio se encontram e se junta ali dois bancos de 2 lugares, de cada lado do corredor. Oito pessoas sentadas ali, a assistir a uma pequena que ia irrequieta. Sentava, subia para cima do colo da mãe, sentava ao lado, empurrando a outra pessoa, voltava para o chão. Lembro-me que devia ser inverno ou para lá caminhávamos porque a miúda tinha um casaco quentinho que fazia lembrar um dálmata.

Entretanto a mãe estava desesperada para a tentar sossegar. A pequena já tinha batido por duas vezes no jornal que o senhor que ia à frente tentava ler. Numa última tentativa, a mãe diz:

- Olha, vem sentar aqui sossegadinha, porque senão digo a estas pessoas todas que fizeste xixi na cama.

E no mesmo tom e com a mesma velocidade, a pirralha responde:

- Se disseres, eu digo que no outro dia estavas com a pilinha do papá na boca! 

 

A senhora ficou vermelhusca , agarrou na miúda e mesmo sem saber qual a estação seguinte, encaminhou-se para a porta e quando o comboio parou, saiu ali mesmo. 

 

Imagino que ela tivesse dito à filha quando foi "apanhada" que aquilo não se deveria dizer a ninguém e a pequena registou. Quando se deu uma situação em que estava em jogo algo que não devia ser contado, aquilo fez clic! 

Delicioso? Só porque não foi connosco, não é?

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.