Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Costa e as suas gaffes

A dar uma espreitadela nas notícias de ontem, é só a mim que parece que o discurso de António Costa está desajustado?

 

" Se o Porto tinha boas condições para acolher a Agência do Medicamento, como é que não tem condições para acolher a Agência Nacional (vulgo Infarmed). Vai ter seguramente..."

 

Porque no Infarmed se estão a mexer com 400 famílias.... Eis a diferença!

 

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Happy 23.11.2017

    Sei bem como é a lei, mas é ilegal no sector público colocarem-se estas questões sem se pensar nas pessoas. As pessoas!
  • Sem imagem de perfil

    Robinson Kanes 24.11.2017

    Honestamente? Não deveria ser ilegal, além disso as pessoas têm opção de escolha o que, em relação a outros, é um autêntico privilégio. Temos de estar dispostos a mudar e ainda temos mentalidade de nascer, viver e morrer (e sem grandes mudanças) praticamente no sítio que nos viu nascer...
  • Imagem de perfil

    Happy 24.11.2017

    Sim, mas para isso muito tem de mudar. Quando somos incentivados a comprar casa em vez de alugar, estamos a criar raizes. O maior problema talvez resida aí.
    Eu sei que ainda hoje pago menos ao banco por um T3, do que a renda de casa de um T1 quando vim viver para esta terra há 15 anos...
    Este é só um dos problemas.
  • Sem imagem de perfil

    Robinson Kanes 25.11.2017

    É por isso que não compro casa, aliás, não é só por isso... Tenho património que já me dá água pela barba e dispenso mais... 


    Raízes? Num mundo global? Cada vez menos... Em relação ao incentivo para comprar casa... Somos um país de minifundiários e pequenos feudos, não preciso de dizer mais nada :-)
  • Imagem de perfil

    Happy 25.11.2017

    Sim, mas sabes que 40 anos é pouco na história das mentalidades e da sociedade e o Salazar moldou isto um bocadinho. A sede ao pote foi demasiada, como sempre é, depois de uma ditadura.
  • Sem imagem de perfil

    Robinson Kanes 25.11.2017

    Sem dúvida... Mas hoje os tempos mudam mais depressa, a História deixou de ser escrita por épocas e/ou escalas de séculos... Não apanharmos o comboio pode ter consequências no longo prazo. Depois temos aquela velha/nova história de querermos parecer muito evoluídos, sobretudo naquilo que ostentamos e no discurso, mas assim que as coisas passam para outras áreas ainda temos essa mentalidade obsoleta.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.