Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Desafio da escrita - dia 11: Estrela

 Andava perdido na vida.

Não porque não soubesse o que queria, mas porque o azar insistia em persegui-lo. O seu íman chamava todas as situações más e ele não se conseguia libertar do fardo que a sua vida era. 

Toda a vida fizera o que os outros esperavam dele e isso fê-lo tomar decisões contra a sua natureza. Toda a vida esperara poder ser livre. Porque quando abdicou da sua liberdade, abdicou da felicidade e da tranquilidade.

 

Resolveu abandonar tudo e fazer-se à estrada. Mochila às costas com uns pares de roupa, um caderno e caneta, algumas conservas, água e uma bússola. Ia tentar encontrar-se. Teria de esgravatar a sua estrada ou sabia que não resistiria a prescindir do bem mais precioso que um ser humano tem. E apreciar a vida deveria ser a derradeira experiência.

 

Foi com esse pensamento que se fez à estrada. Calcorreou caminhos, optou em bifurcações e concluiu não precisar da bússola. De dia podia ir ao deus-dará, escolhendo aleatoriamente. De noite, sabia que podia confiar na estrela Polar. Que ela estaria sempre lá, fixa no firmamento para o guiar.


 

estrela-polar-620-original1.jpeg

 

6 comentários

Comentar post