Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Desafio dos Pássaros - Tema #7

A Constança é aquela empertigada que costuma passar aqui pela loja de vez em quando. Ela faz-me sentir que eu não sou ninguém e toda a segurança que normalmente demonstro e sinto, se evapora assim que a vislumbro do outro lado da rua, todas as borboletas começam vêm concentrar-se no meu estômago. 

Já pensei ir ao psicólogo tentar perceber porque duas pessoas no mundo me fazem sentir essa insegurança toda. A minha mãe (obviamente) e Ela. (Nem consegui escrever Ela com e pequeno, vejam só!!)

Bom, mas a Constança entra e depois de deambular pela loja, e apesar de já lhe ter perguntado se precisava de algo em específico - intervenção que ela ignorou como só ela sabe fazer - dirigiu-se-me finalmente a dizer que procurava uma máscara capilar.

- Os meus cachos estão impossíveis! (reparo que parece acabadinha de sair de um salão, pronta para uma passagem de modelos). Não consigo fazer nada do cabelo!! Mas estes produtos que aqui vejo são todos tão baratos! (esta era outra característica d' Ela. Apesar de todos os meus conselhos, ela acabava sempre por levar o produto mais caro).

Começa-se a desenhar maquiavelicamente a minha vingança e digo-lhe que tenho um produto acabadinho de chegar, ideal para os seus altos padrões, algo completamente natural, que um fornecedor colocou à consignação. Que ainda nem o desembalei. Que vai demorar um pouquinho.

Vou para as traseiras da loja. Procuro a compota de abóbora e amêndoa que o meu patrão insistentemente procura que eu impinja aos clientes. Agarro no frasco mais bonito. Arranco a etiqueta de um frasco da L'Oreal que dizia 'nova solução para cabelos', passo por uma prateleira onde está o produto mais caro que temos na loja e volto a arrancar a etiqueta. Colo-as ambas e dirijo-me à Constança.

- Este produto é maravilhoso. É carote, mas aposto que se vai sentir nas nuvens!

Ela observa a embalagem, o preço, pergunta como se aplica (basta diluir em água e deixar na cabeça 20 minutos, digo eu muito convicta) e afirma do alto dos seus laboutins: Preço não é impedimento!

Coloco o frasco num saco de papel e Ela sai da loja.

 

Volta passado uma semana, afirma que está satisfeitíssima com a máscara. Que os seus cachos ganharam nova vida. E antes que eu consiga colocar um ar estupefacto, diz:

- Preciso urgentemente de um bom anti-formigas. Tenho a casa inexplicavelmente empestada!

 

Tema #7 - A Constança precisa duma mascara capilar mas o teu patrão só quer que vendas compotas de abobora com amêndoa. Convence-a  a escolher a compota para usar 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.