Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Jogo da Alta Roda - o filme

9796_medio.jpg

A semana passada fui ver este filme e por falta de tempo, acabei por não dar a opinião.

 

O filme, baseado numa história verídica é sempre um dos meus filmes favoritos e este foi baseado no livro que a própria Molly lançou em 2014.

Molly Bloom foi uma esquiadora que se tentava apurar para os Jogos Olímpicos quando durante a fase final sofreu uma queda que lhe travou os sonhos. Os seus sonhos e os do pai. Nunca tendo tido uma relação amistosa com o pai (ele era também o seu treinador), acabou por sair de casa

 

Molly (Jessica Chastain) começou a trabalhar num pequeno escritório imobiliário e é nesse local que o chefe a começa a aliciar para trabalhar uma vez por semana à noite, na recepção a jogadores de póker, que ele organiza.

Numa reviravolta da história, passa ela própria a optar por organizar os seus próprios jogos. Para isso, segundo consta, ajudaram os actores Leonardo DiCaprio, Matt Damon, Ben Affleck ou Tobey Maguirea, presenças assíduas nas suas mesas. Durante cerca de 10 anos, ela organizou os jogos de poker de alto risco mais exclusivos do mundo, em Nova York e depois em Los Angeles. Mas o dinheiro que tinha na rua em dívidas, fez com que abrisse as portas a jogadores mais duvidosos e foi assim que (aparentemente) sem dar conta, abriu as portas a elementos da máfia russa. Foi presa a meio da noite, com 17 agentes de metralhadora em punho.

 

O filme é todo contado no passado. A acção inicia quando, falida pelo facto do Governo Americano ter congelado todas as suas contas, decide contratar um advogado - Idris Elba, que numa fase inicial se recusa, mas depois percebe que Molly é muito mais que aquilo que os jornais tinham dado a parecer. Que dinâmica entre os dois!

 

Os diálogos entre os dois são ricos, rápidos, vertiginosos. Se nos distrairmos um segundo que seja, perdemos logo algum pormenor relevante da trama e puf... 

O filme tem uma voz off que vai explicando o passado e o sucessivo encadeamento de ideias - a voz da protagonista Jessica Chastain e que é fundamental para nos situar na trama de acontecimentos.

 

Gostei bastante. Aconselho!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.