Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Livro Secreto - Round XX

A-Outra-Metade-de-Mim (2).jpg

Este foi o livro da iniciativa Livro Secreto que mais me doeu. Mas ao mesmo tempo, este livro é poético. Apesar de todo o terror.

Basicamente, é a história de duas irmãs gémeas de 12 anos, no terror do campo de concentração de Auschwitz, em 1944, sob a gerência do Josef Mengele, que ficou conhecido pelas experiências com humanos no seu Zoo. Nutria particular interesse em gémeos e utilizou-os como cobaias.

A história é contada capítulo a capítulo, por cada uma das gémeas, as suas versões com base na sua personalidade e experiências pessoais.

 

Foi um livro que me custou imenso a ler. Fui fazendo as pausas necessárias, sabendo que a vida daquelas gémeas e de tantos outros gémeos não tiveram hipótese de pausas... E por isso, acho que nem toda a gente conseguirá ler este livro.

 

Não vou descrever as partes que mais me incomodaram, porque foram muitas, e apesar de ter já lido e visto alguns documentários sobre o assunto, a descrição do que ali era feito deixou-me muitas vezes agoniada e emocionalmente desfeita. Sabemos que foi horrível, mas percebemos que foi muito pior. Que muitas atrocidades, nem nos é possível imagina-las. 

 
 

Deixo um pedaço de texto, quando uma das gémeas sobreviventes tenta explicar a um soldado como fora a experiência de Auschwitz.

"(...) Não deixei nada de fora. As experiências, a dor partilhada, o Zoo, os dias, as noites, o cheiro. Todos os mortos atirados para a lama em volta das latrinas. Fiz o melhor que pude, mas tornou-se claro que quem não vira o que nós tínhamos visto nunca poderia compreendê-lo verdadeiramente."

 

Se me custou? Sim, mas é importante que essa parte da História não caia no esquecimento para que um dia, não seja futuro...

 

Livro enviado por mim: "Ferrugem americana" de Philipp Meyer

*************************************************************************

Fevereiro 2017 - "Às Terças com Morrie" de Mitch Albom

Março 2017 - "Obrigada pelas Recordações" de Cecelia Ahern.

Abril 2017 - "O Velho e o Mar" de Ernest Hemingway

Maio 2017 - "O ladrão de Sombras" de Marc Levy

Junho 2017 - "O Talentoso Mr. Ripley" de Patricia Highsmith

Julho 2017 - "Os Olhos de Ana Marta" de Alice Vieira

Setembro 2017 - "Palestina" de Hubert Haddad

Outubro 2017 - "Homens Imprudentemente Poéticos" de Válter Hugo Mãe

Novembro 2017 - "O Carteiro de Pablo Neruda" de António Skarmeta

Dezembro 2017 - "As Asas do Amor" de Nicholas Drayson

Janeiro/Fevereiro 2018 - "Viagens" de Magda Pais 

Março 2018 - "Em teu Ventre"  de José Luis Peixoto

Maio 2018 - "O Diário Oculto de Nora Rute" de Mário Zambujal

Julho 2018 - "Rosa Brava" de José Manuel Saraiva

Agosto 2018 - "Uma Praça em Antuérpia" de Luize Valente

Outubro 2018 - "Os Emigrantes"  de Ferreira de Castro

Novembro 2018 - "Chama-lhe Amor"  de Vera Lúcia Silva

Dezembro 2018 - "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá" de Jorge Amado

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.