Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

London Eyes

transferir.jpg

 Esta noite vou a este espectáculo. Porque para mim o riso não tem barreiras.

Porque acredito que o que nos ofende é a pretensão de que estamos acima de todas estas pequenezas e para além disso, um sentimento muito português que nos vem ainda do tempo do Salazar e que é o de sussurrarmos para que o mal não nos chegue.

Eu já convivi de muito perto com o cancro, com a morte, com a eutanásia e pasmem, não me ofendo quando ele conduz o tema para esses lados. Retira-lhe apenas o dramatismo que tinha/tem. Não deixa de ser grave, mas ajuda a superar.

 

O público de Rui Sinel de Cordes é-lhe fiel. 

Os outros podem não ver, não ouvir, não ir.

 

E eu vou ver. Eu vou ouvir. Eu vou rir - muito!

 

8 comentários

Comentar post