Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Marrocos - Casablanca

Apercebi-me no outro dia que não cheguei a fazer o post de Marrocos.  Este post deveria ser único mas que acabou por ter de ser dividido uma vez que a meio da estadia, resolvemos viajar e ficar a conhecer também Rabat. E não nos arrependemos, antes pelo contrário!

 

Casablanca é considerada a capital económica do país. A cidade é gigantesca, cheia de gente (basta dizer que é a maior cidade de Marrocos, com quase 6 milhões de habitantes e isso nota-se na rua!), mas fiquei agradavelmente surpreendida com os jardins existentes e a parte cuidada das ruas. Depois, quando vamos para outras partes da cidade, mais antigas, deparamo-nos com a sujidade. Mas regra geral, as pessoas lavam a sua parte do passeio e isso nota-se! 

Casablanca cresceu em redor da Medina, e é uma cidade de contrastes, onde a tradição da medina se mantém juntamente com o aparecimento de galerias de arte, restaurantes da moda e centros comerciais ultra-modernos.
Alguns pormenores da arquitectura e de edifícios governamentais. Adoro as janelas e os rendilhados típicos. E a brancura alva de muitas das construções.

A Mesquita Hassan II. Ficamos com falta de ar com tanta grandiosidade e beleza. Fica situada quase em cima do mar e segundo me disseram, quando vista da outra margem, parece mesmo que está pousada sobre o Oceano Atlântico.


Trata-se de uma das maiores mesquitas do mundo, construída entre 1986 e 9. O seu minarete é o mais alto do mundo, com 210m de altura - verdadeiramente impressionante! O tecto abre em poucos minutos e ficam assim ligados os 3 elementos fundamentais: o céu, o oceano e a terra. Mas como sempre, é nos pormenores da decoração que se denota a sua maior riqueza.

11.jpg

Um pormenor da simbologia nas portas das casas de banho...

 

10.jpg

Procurámos pelo Balcão de Turismo durante dia e meio, sem nunca o encontrar... Um dia, estávamos sentados naqueles banquinhos a descansar os pés e a ver umas filmagens que estavam a acontecer naquela avenida, fomos tirar uma fotografia e... Encontrámos o Balcão, pessoal !!!

 

9.jpg

Em frente a este edifício, teve o meu filho de intervir para me salvar de um marroquino. Ele seguia à conversa com uma amiga nossa e eu seguia sozinha uns passos à frente com o mapa (sim eu sou a mapeira das viagens).

Nisto um marroquino desata a falar comigo em darijá (árabe marroquino), pega na minha mão e desata a dar beijos na mão. Não me largava! Não fora o meu filhote e eu estaria por lá a fazer as suas delícias 

19.jpg

Onde quer que vá, deparo com estas belezas...

20.jpg

Um pormenor de uma esplanada. Todas as cadeiras voltadas para a praça e não umas para as outras. Pormenor curioso, não?

 

21.jpg

Sala de oração no aeroporto. O pormenor dos sapatos amontoados à entrada/saída.

chá.jpg

No final da sexta-feira, estávamos descansadamente a beber o nosso já habitual chá de menta, quando o filhote, a olhar para o mapa da cidade e percebendo que já tínhamos visitado quase tudo, fecha o livro e depara-se na capa com o mapa de Marrocos.

- E se amanhã fôssemos a Rabat? Não é muito longe...

 

Consultámos a internet, verificámos ser uma hora de comboio, fomos comprar os bilhetes à estação e confirmar horários por ser fim de semana e...

Rabat em próximo post!!

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.