Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Sabes o que apagar no facebook?

Já vos confessei que não sou assídua no facebook. Tenho conta que mantenho essencialmente por causa do Livro Secreto. De resto é raro ir lá...

Tanto que há uns meses largos, retirei todas as fotos, alterei a data de nascimento para uma data improvável que só existe em anos bissextos, etc... 

 

Mas há que fazer um exercício: Se tivermos o nome e a data de nascimento de alguém, pode-se facilitar quem quer aceder a contas bancárias, por exemplo. Mas há mais... expor o número de telemóvel é sempre - sempre, má ideia!

 

Então vamos ao básico?

 Os psicólogos defendem que cada pessoa só consegue manter 150 relações interpessoais estáveis. E como os amigos virtuais poucas vezes são confiáveis, o melhor é apagar os restantes pois só contribuirá para uma interacção online mais saudável.

 As fotos das crianças, tuas ou da tua família. Há um exercício muito simples: se no futuro a criança ocupar um posto público, que tipo de publicações e fotos não a poderão prejudicar? Sim, porque tudo fica para sempre!

 Ainda na mesma onda, a localização da escola das crianças. Há predadores que andam na net à procura deste tipo de informações. Consegues pensar nisso sem te arrepiares? Eu tive uma experiência nesse campo há uns anitos e fiquei alertada desde aí, para esse cuidado...

 Quando se acede ao facebook a partir do telemóvel, o serviço de localização fica activo. Queres mesmo que alguém menos bem intencionado saiba onde te pode encontrar?

 Devemos ter cuidado com o que se publica. Os lamentos e desabafos quanto à entidade patronal podem ser mal vistos por outros potenciais empregadores e dar ainda azo a processos judiciais. Já não são situações inéditas!

 As férias: quando e para onde vai. Sabes que muitas companhias de seguro se esquivam a pagar os reembolsos quando os segurados publicam nas redes sociais pormenores das viagens e portanto, da sua ausência? Ah pois é...

 Cartão de crédito. Bem, aqui penso que é óbvio que não devemos publicar fotos do nosso CC. Mas o que talvez não saibas, é que a foto do bilhete de avião também é má ideia. No cartão de embarque, o código de barras  é único e através dele é possível aceder a informações exclusivas que forneceste à companhia aérea, nomeadamente a forma de pagamento.

 

E estas são aquelas que considero básicas. Boas navegações!

16 comentários

Comentar post