Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

Sou mãe de um adolescente e não sabia

É verdade, eu achava que já era mãe de um jovem adulto.

Mas nestas coisas das idades, está tudo a mudar não é? Os 40 são os novos 30 e outros que tais...

 adolescencia.jpg

 Portanto, uma nova linha de pensamento está a colocar as balizas da adolescência, não entre os 14 e 19 anos, mas entre os 10 e os 24. Ou seja, passamos a ter filhos adolescentes durante mais tempo. Não só começam mais cedo, como terminam mais tarde. Alguns, muito mais tarde 

 

E há argumentos para esta linha de pensamento? Sim, eles baseiam-se no facto de o desenvolvimento do cérebro continuar até aos 20 e poucos anos, e isso aliado aos dentes do siso e ao fim do crescimento da clavícula, empurra a adolescência para os 24. Para além disso, os jovens terminam os estudos cada vez mais tarde, adiando assim a maternidade/paternidade e o casamento.  

 

Concordo com este ponto de vista. Os meus pais começaram a trabalhar com 11 anos. Há 30 anos a maior parte das pessoas casavam por volta dos 20 e hoje em dia esse desejo só se concretiza muito próximo dos 30. A vida está a mudar e com ela os nossos ritmos. E acho que ninguém se vê como adulto enquanto não assume mais responsabilidades, tais como compra de casa, carro, casamento ou filhos.

 

E vocês que são mães, pais, filhos, também sentem que a adolescência se alterou? 

24 comentários

Comentar post