Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

Sou mulher de listas

E sempre fui, mas ultimamente tenho floreado as minhas listas e posto azul no branco (também sou mulher de tinta azul, não preta) todos os meus planos e objectivos da semana e do mês. Tenho cada vez mais medo de me esquecer de algo importante. Já não tenho 25 nem 30 anos...

Raramente passo um item de uma semana para outra, mas em semanas com mais afazeres, tenho de adiar alguns. Adoro a sensação de ver coisas sendo riscadas à medida que a semana avança.

 

Sou assim na vida pessoal -  tenho um caderninho onde anoto coisas mais gerais que tenho de realizar, telefonemas que tenho de fazer, e pagamentos pontuais que tenho de realizar. Tenho ainda uma agenda onde noto as minhas deslocações dentro e fora do país, aniversários e compromissos com amigos e família. Esses dois cadernos são a base da minha vida. Já tentei as agendas electrónicas, mas tal como nos livros, prefiro o papel.

 

 

IMG_20170117_184316.jpg

No trabalho, tenho também um caderno e nesse, optei por não riscar mas colorir com fluorescente porque assim caso seja necessário, tenho como verificar o que fiz. É a minha forma de me organizar. Poderia ter uma agenda, mas tenho tantas tarefas e como não têm necessariamente de ser feitas neste ou naquele dia, portanto este é o formato que resulta mais para mim.

 

Riscar ou sublinhar os objectivos já realizados dá uma satisfação de ter produzido alguma coisa e de ter algum controlo. E se já não tenho a mesma memória de outrora, há que assumir e pensar numa alternativa. 

 

E vocês, como se organizam?

 

 

2 comentários

Comentar post