Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

happyness is everywhere

O Povo português é essencialmente cosmopolita. Nunca um verdadeiro Português foi português: foi sempre tudo. FP

happyness is everywhere

The Wall - o filme

9868_medio.jpg

Gosto tanto de ir ao cinema que arranjo sempre um bocadinho para ir ao fim de semana. E o final do dia de ontem empurrou-nos da praia já que começou a ficar desagradável.

 

Acabei por ir ver O Muro. 

Não é bem o meu tipo de filme, mas acabou por ser bastante interessante já que não é um filme de guerra até porque nessa altura a guerra do Iraque já tinha terminado. O filme passa-se no pós-guerra, na reconstrução.

É um thriller psicológico onde dois soldados americanos são encurralados por um snipper iraquiano. Entre eles, apenas um muro, o que resta de uma antiga escola.

E das personagens, estamos falados. Do espaço também. Parece monótono?

Não porque a guerra psicológica que se trava entre eles agarra-nos até ao final, quando há um twist e revira a história.

E chega. Se despertei o interesse, vão ver o resto!

 

Quando saí para o parque, perdi o telemóvel e já estava na auto-estrada de regresso a casa, quando o localizei. Voltei para trás (não, saí da auto-estrada primeiro, não se assustem ), fui ter com a pessoa que o encontrei e ganhei ali logo, logo, anos de vida... Só a pensar em toda a informação que poderia ter perdido! 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.